quarta-feira, 19 de agosto de 2009

UM TOQUE EM 140.

Assim como muitos de vocês, tive certa dificuldade de entender e usar o Twitter. Entrei para a rede dos microblogs mais ou menos como todo mundo, meio que pela pressão coletiva, para não ficar de fora. No início, eu estava bem idiota. Imagine que eu respondia à pergunta proposta pela página: o que você está fazendo? Cheguei a perder uma namorada porque, certa feita, respondi “sexo” em vez de “amor”. É como eu sempre digo: fragilidade, o teu nome é mulher!


Agora virei um entusiasta do Twitter. Quero apostar no formato. O blog vai morrer – ainda estou aqui porque sou um clássico. Minha adaptação não está fácil. Nem todos os meus escritos se comportam bem em 140 toques. Porém, não vejo outra saída para continuar a atrair leitores, ou melhor, seguidores. Alguns amigos me aconselham a colocar links nos meus posts, no Twitter, que remetam a sites em que os leitores possam desfrutar meus textos na sua forma integral. Não é o que me interessa. O legal mesmo é ser um tuiteiro nativo, um autor que usa e fomenta o gênero. Vivem tentando me modernizar. Por que não posso eu mesmo fazer isso? Depois de muitos cortes, muita edição, consegui verter quatro de minhas principais obras para o formato minipost. Agora, elas podem ser lidas com a mesma velocidade com que serão esquecidas. Vejam o que vocês acham:



Reconheço que a narrativa fica um pouco prejudicada, que houve certa perda nos diálogos, mas pensem na enorme quantidade de pessoas que antes se sentiam humilhadas por não ter lido Shakespeare. Soltando um post por dia, em poucas semanas, o pessoal terá lido minhas obras completas.

17 comentários:

  1. Maravilha e muito criativo também. Sobretudo engraçadíssimo. São as mídias alternativas meu caro reconfigurando e reordenando as práticas socias.

    ResponderExcluir
  2. Os homens de poucas palavras e escondidos do meio virtual são os melhores!

    Eu que o diga com o meu alimãozinho!rsrs

    Bj

    Quitéria

    ResponderExcluir
  3. Engraçado essa Quitéria Ela comentou como anônima e depois põe o nome embaixo. Quem entende?

    ResponderExcluir
  4. Muito bom. Só assim essa galera que usa livros clássicos para decorrar suas casas vai poder dizer que ler alguma coisa,além daquelas fómulas de bolo que eles chamam de livros de auto- ajuda.
    Marcos Justiniano

    ResponderExcluir
  5. A sua frase "há mais coisas entre o céu e a terra do que pode imaginar nossa vã filosofia", pode resumir toda sua obra.
    abraço,
    Nelsoncb (treinando p/ Quitéria)

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo enorme poder de síntese! Como não pensou nisso antes?

    ResponderExcluir
  7. Oi xeiquispiri. Você é árabe?
    Toninho Neto

    ResponderExcluir
  8. Recherche du temps perdu. São 7 volumes. Requer nada menos que 2 tweets:

    Rapaz asmático sofre de insônia porque a
    mãe não lhe dá um beijinho de boa-noite.
    No dia seguinte, come um bolo e
    escreve um livro. Nessa noite tem um ataque
    de asma porque sua mina (cara?) se recusa a dar-lhe uns beijinhos.
    Td termina num baile onde estão
    tds muito velhinhos. Fim.

    ResponderExcluir
  9. Guerra e Paz. São só 1.200 paginas. Cabe num único post.

    Um rapaz não quer ir à guerra por estar
    apaixonado e por isso Napoleão invade
    Moscou. A mocinha casa-se com outro.

    ResponderExcluir
  10. Isto vicia. 139 caracteres. Advinhem qual é o livro.

    Rei manezão tem amigo traíra. Este diz que a rainha põe chifre naquele. O otário acredita e mata a rainha. Depois descobre que é mentira; passa o resto da vida chorando.

    ResponderExcluir
  11. Genial, Mario.
    O desafio agora é tuitar Ulisses de James Joyce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero ver ele tuitar "Em Busca do Tempo Perdido".

      Marcel Proust

      Excluir
  12. Caro Will_Shake,
    Fantástico seu twitter. Já pensou em passar as adaptações cinematográficas de suas obras para o Youtube em vídeos de no máximo 3 minutos?

    ResponderExcluir
  13. Meu muuuito bom!!
    E nos leva a uma grande reflexão sobre o que tanta "modernidade" esta fazendo com a nossa "liberdade"..
    Beeeijos, adorei esse blog!

    ResponderExcluir
  14. Maria Clara Pontes20 de outubro de 2009 17:20

    Ri muito com a enquete "ser ou não ser"! Genial!!!!

    ResponderExcluir
  15. boa will continue assim...
    a enquete tá fechada mas eu darei meu voto
    assim como você eu escolhi ser... e eu sou (você não =P)

    ResponderExcluir
  16. um recadinho para o murilo que comentou sobre a tal "Quitéria" cara vc nem sabe se quiteria e o nome dela vai ver é so uma giria sem sentido ou ela é muito sem noção ´para comentar anonimo e colocar o nome
    falow chará
    de murilo

    ResponderExcluir